A Associação Irmão Sol teve início em 26 de setembro de 1989, a partir do trabalho de Frei Mariano Gijsen (1921-2015), religioso franciscano, junto aos catadores de papel e meninos de rua que ficavam debaixo dos viadutos e praças de Belo Horizonte. No ano seguinte, foi adquirido um barracão na Vila do Índio, bairro Copacabana, em Belo Horizonte, MG, onde dezesseis crianças e adolescentes de oito a dezessete anos foram morar sob a tutela de um monitor.

frei

Em 1991, teve seu estatuto registrado e foi, então, cadastrada no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). A entidade, então, foi crescendo com o apoio e dedicação dos seus colaboradores e voluntários.

Em 2011, a Província Franciscana Santa Cruz, juntamente com outros associados voluntários, assumiu e deu continuidade ao trabalho pioneiro de Frei Mariano.